• Fernanda

DEScubra o seu obstáculo

Actualizado: feb 24

Você já se perguntou por que muitas vezes o autoconhecimento não acontece ou não chega no seu ponto adequado? A pessoa começa a indagar várias questões pessoais e não conquista essa paz tão almejada consigo mesma,  ou não resolve questões que tanto lhe incomoda ou não compreende porque “cai sempre no mesmo buraco”.


Durante um longo tempo de trabalho conhecendo e acompanhando diferentes pessoas, no seu descobrimento pessoal de quem elas são e o que querem da vida, e também durante cursos e terapia que fiz para o meu autoconhecimento, me dei conta de um ponto extremamente importante e que poucas vezes se menciona.


Esse é o benefício próprio que estamos constantemente buscando na vida.


Não, não me refiro ao seu benefício econômico. Me refiro a um benefício muito mais forte e às vezes silencioso. Este é o benefício pessoal que você obtém através de um comportamento, sentimento, emoção que mantém ao longo da sua vida.


Essa reflexão está orientada aos benefícios sobre os comportamentos repetitivos e mantidos que lhe tiram energia, como por exemplo: ansiedade, raiva, medos, sensação de estresse, preocupações constantes, etc. Todas essas condutas repetitivas que você não consegue parar. É como se fossem parte de você e que tivessem vida própria.


Você pode chamá-las como quiser, elas sempre estão presentes. Algumas vezes as chamamos de karma, crenças negativas ou o que também é normal, as justificamos como: “sou assim mesmo; é a minha personalidade; sempre fui assim e agora é tarde para mudar”. Todas essas atitudes e condutas são evitáveis; é opcional o sofrimento mantido no tempo. Você somente decide sofrer constantemente quando o seu inconsciente encontra um benefício próprio através  desses comportamentos.


Na área da psicologia este tema tem sido muito estudado e já comprovaram inúmeras vezes que o comportamento humano sempre está orientado a buscar um benefício próprio.

Atenção, não confunda o objetivo de buscar um benefício próprio com o egoísmo. Buscar um benefício próprio é somente uma característica do nosso comportamento como espécie e através do qual se sobreviveu tantos e tantos anos, ainda podemos considerá-la como vantajosa para a nossa vida.


Para que você possa refletir mais sobre esse tema, responda as perguntas a seguir para você se dar conta dos seus próprios benefícios em cada momento:


  • Quais são os seus benefícios em não pôr limites na sua vida?

  • Quais são os benefícios que você procura quando adia uma decisão?

  • Quais são os benefícios que você procura quando sofre uma decepção?

  • Quais são os benefícios que você espera lhe quando soluciona os problemas das demais pessoas?

  • Quais são os benefícios que você busca ao solucionar o que lhe incomoda?

  • Quais são os benefícios que você obtém em se conhecer um pouco mais?

  • Quais são os benefícios que você ganha em manter certos comportamentos e pensamentos que tanto lhe afetam?

  • Quais são os seus benefícios estando nesse relacionamento amoroso?

  • Quais são os seus benefícios reclamando sempre da mesma coisa?


E assim eu poderia seguir lhe perguntando até o infinito. Se as perguntas anteriores não ajudaram a encontrar o seu benefício próprio, siga as seguintes pautas:


  1. Pense no que atualmente lhe incomoda, que lhe absorve a energia. Escolha uma coisa somente. Evite frases longas. Escolha o mais objetivo e preciso.

  2. Quais são os comportamentos que exatamente lhe incomodam?

  3. Se pergunte  por que isso lhe incomoda.

  4. Substitua o “por que” da pergunta anterior por “quais são os benefícios que tenho ou procuro em…” e continue a frase com a resposta da pergunta 3.

  5. Se ainda para você é complicado responder a essas perguntas,  recomendo que tome distância, ganhe perspectiva do seu problema. Para isso acontecer, imagine que o que lhe incomoda esteja acontecendo com um(a) amigo(a). O que você lhe diria? Quais são os benefícios que essa pessoa tem com esses comportamentos?


O principal objetivo é entender os seus benefícios de tudo aquilo que não favorece a sua saúde, mental e física. A intenção é “iluminar” aquelas tarefas, pensamentos, emoções e comportamentos que estão em piloto automático e que lhe machucam de maneira silenciosa. Quando você descobre os benefícios que procura naquilo que lhe faz mal, compreenderá que na realidade essa atitude está orientada em lhe proteger e lhe satisfazer. O que ocorre é que estão mal interpretadas pelo seu EGO e como sempre ele quer lhe proteger, entende que tudo é perigoso e lhe convence a colocar uma máscara e atuar na vida como você não é.


Tudo vai depender da história pessoal de cada pessoa e como hoje em dia você interpreta e interage com a sua vida (consigo mesmo  e com as demais pessoas).


Procure os seus benefícios naquilo que lhe incomoda já faz tempo. Se ainda não foi solucionado e eliminado da sua vida é porque alguma vantagem você obtém. Seja ela qual for: atenção, amor, protagonismo, entretenimento, dinheiro, proteção, cuidado…


Desative o seu piloto automático!


Toda melhora somente acontecerá quando você tiver um real interesse em se auto curar.


“Você é TUDO: o seu passado, o seu presente e o seu futuro. Aceite o que passou e ame as suas sombras e as suas luzes”.


Se você gostou dessa reflexão, compartilhe com os seus amigos em qualquer rede social e também me envie o seu feedback (clique aqui), vou adorar saber como você se sentiu.

E se você sente que é um bom momento para você investigar um pouco mais sobre esse tema ou outros, entre em contato comigo (clique aqui) para saber mais detalhes de como posso te ajudar.