"momento crack"

Era uma vez uma mulher anciã que depois da morte do seu marido quis se isolar em casa e não receber nenhuma visita, nem sequer dos seus familiares. Na sua solidão se deu conta que não sabia por onde continuar a sua vida, era a primeira vez que pensava em tudo o que tinha tido e o que tinha naquele momento. A falta do seu esposo estava relacionada com aquela sensação, mas o que mais lhe desestabilizava era a incerteza do que vinha pela frente. 

Mesmo que fosse uma mulher de idade avançada, sentia coisas pela primeira vez, se olhava no espelho e não se reconhecia, escutava os seus pensamentos e sentia um vazio interno desesperador. O seu silencio mental “gritava”: e agora o que você vai fazer? Todos os tipos de pensamentos e emoções invadiam a sua mente. 

Como ela não tinha outra opção, aceitou o seu momento, esteve alguns dias em silêncio e sozinha. Depois de algum tempo de isolamento, saiu da sua casa, deu um passeio curto, voltou, abriu as janelas e chamou os seus familiares. 

Percebeu que estava triste e perdida e isso não era culpa exclusiva dos últimos acontecimentos, também era porque nunca se tinha escutado e respeitado os seus “momentos cracks”. Foram diversos os momentos que esteve triste e passou por cima de si mesma, preferindo se refugiar no trabalho ou em outra válvula de escape que tinha ao seu alcance. 

 

No seu período de solidão, lembrou de muitos momentos que se sentiu perdida, sem rumo, sem saber o que queria e não se permitiu pensar e refletir sobre o que estava acontecendo com ela. Deixou que a vida lhe levasse a todos os lugares sem se priorizar em cada momento. Se deu conta que era uma pessoa que sempre conquistava o que queria, mas na verdade era o que queriam as demais pessoas e não ela. Chorou muito quando teve consciência de tudo o que lamentava, mas ao mesmo tempo descarregou tudo o que sentia e respirou mais leve. 

Depois de alguns dias, seus familiares lhe viram diferente e tinham algumas pessoas que até lhe disseram que lhe viam mais jovem e mais disposta a aproveitar a vida. 

 

Se conhecer e se respeitar foi o que permitiu que a sua verdadeira essência, o seu verdadeiro SER, pudesse sair e viver a vida que tanto queria. 

 

Nunca é tarde para viver a vida dos seus sonhos!

 

Se essa história se parece em algo com a sua vida, que outro sinal você precisa ver para permitir essa mudança? O que te impede viver em pleno equilíbrio consigo?

 

O que é o momento crack?

 

É a palavra que adotei para me referir aos momentos de “perda” pessoal, estar sem rumo e não saber para onde ir. O fato de não saber o que uma pessoa quer não é algo exclusivo dos adolescentes. 

Os momentos de crises se repetem em diferentes idades e existem para nos dar oportunidades de entrar em contato com a nossa essência. 

 

Como reage uma pessoa quando está no “momento crack”?

 

Normalmente a pessoa que está em uma situação como essa, opta por uma das três opções abaixo:

1-) tenta enfrentar as dificuldades, mas no final desiste porque tem preguiça ou tem outras prioridades na vida;

2-) reconhece e aceita que o momento é complexo. Ademais adquire o compromisso de fazer uma mudança profunda; 

3-) se distancia da situação. Deixa para outro momento ou utiliza alguma válvula de escape para não pensar no que lhe incomoda. 

 

A primeira e a terceira opção são as mais utilizadas, em especial a última, dado que enfrentar esse tipo de situação requer tempo, investimento em si mesmo e amor próprio. 

 

Como posso enfrentar o meu “momento crack”?

 

O primeiro passo para que você possa superar o seu “momento crack” é RECONHECER que existe um problema, que você não está bem. O próximo passo é a ACEITAÇãO.  Aceitar que isso acontece e ter COMPROMISSO com querer mudar algo é fundamental. 

 

O que posso fazer enquanto procuro ajuda profissional?

 

Antes de tudo fique tranquilo(a), porque momentos difíceis como esse é o mais habitual na sociedade que vivemos. Não nos ensinam como superar momentos assim e nem sequer nos ensinam a nos ouvir. 

 

Cuida dos seus pensamentos!

Cuidado com o que você pede! 

 

Tudo o que você deseja com o coração é muito forte e tem alta probabilidade de que ocorra, já que o seu pensamento e energia estão orientados a realizar o que você profetiza. Na psicologia isso se chama “profecia do autocumprimento”, contribuição direta de Merton e Allport no século passado.

 

Se conheça um pouco mais, anote o que você gosta, o que te faz vibrar e sorrir. Saiba o que te faz sentir bem. 

 

Se você gostou dessa reflexão, compartilhe com os seus amigos utilizando os botões mais abaixo e também deixe o seu feedback, vou adorar saber como você se sentiu. 

 

E se você sente que é um bom momento para você investigar um pouco mais sobre esse tema ou outros, entre em contato comigo para saber mais detalhes de como posso te ajudar.

 


Atención: Los campos marcados con * son obligatorios.